(11) 4200-8045 / (11) 96996-6768 Rua Gen. Jardim, 846, 4° andar - Higienopólis – São Paulo/SP
Ortopedista-Faz-Cirurgia

Ortopedista faz cirurgia?

  • By:artroplastias
  • 1 Comment

Dificuldades técnicas na displasia de quadril – Ortopedista faz cirurgia

As reconstruções acetabulares naqueles pacientes com diagnóstico de displasia de quadril são tecnicamente mais difíceis devido ao aumento da anteversão e menor cobertura superior.

Estudos

Pensando-se biomecanicamente estudos mostram que o posicionamento acetabular mais medial, inferior e anterior auxiliam a obter um melhor resultado. O ortopedista faz cirurgia com técnica diferente nos casos classificados como Crowe II e III, optando-se mais frequentemente a fazer a técnica “high hip center”.

Ortopedista-na-cirurgia

Ortopedista faz cirurgia obteve dificuldade em obter cobertura acetabular.

Nesse contexto, o conceito dos quadrante no acetábulo deve estar bem claro para o ortopedista faz cirurgia, pois a partir disso o posicionamento do componente acetabular pode ser efetuado com sucesso, reduzindo o risco de falha ou soltura da prótese. Existe uma incidência aumentada de revisões e perdas do componente quando o centro de rotação é posicionado fora do quadrante inferomedial.

Ortopedista-faz-cirurgia

Opções de próteses na atualidade

Vamos recordar alguns conceitos anatômicos importantes relacionados a cirurgia nos casos de displasia do quadril. No quesito músculo-ligamentar podemos citar os adutores, flexores (iliopsoas e reto femoral) e isquiotibiais estão encurtados, dificultando os procedimentos cirúrgicos nesses casos. A musculatura abdutora (glúteo médio), de extrema importância para a marcha, costumeiramente está hipotrofiada e hipodesenvolvida.

Ortopedista faz Cirurgia

O ortopedista faz cirurgia deve se atentar para o fato que esses paciente podem apresentar discrepância no tamanho dos membros e que sua correção pode ser dificultada devido ao estiramento e lesão do nervo ciático no caso de correções maiores que 4 cm. Ao longo do tempo, nos casos de displasia unilateral, o paciente pode evoluir com obliquidade pélvica que ao longo do tempo de pós-operatório se corrige naturalmente.

Conclusão

Concluindo, a displasia de quadril apresenta amplo espectro, indo desde casos leves até aqueles nos quais a cabeça do fêmur está fora do acetábulo, portanto diferentes condutas serão tomadas de acordo com sua característica. A displasia de quadril é a causa mais frequente de coxartrose e, consequentemente, responsável pela grande maioria dos pacientes que se submetem a artroplastia de quadril.

Escrito por Felipe Batista

Desenvolvido por Rush Consultoria

 

Posted in: Ortopedista faz cirurgia?

Comentários

Um comentário para “Ortopedista faz cirurgia?”

  1. Avides

    Bem interessante os conteúdos do seu site/blog!!
    Vou seguir, tem em ajudado bastante…

    28 de setembro de 2018 - 02:06 #

Deixe uma resposta

Artroplastias